PARA TODOS OS AMANTES (For all the lovers)
equipebrasil:

Blogs olímpicosUm evento esportivo que acontece a cada quatro anos merece a nossa atenção. E para não perder nenhum detalhe, estamos de olho nos blogs dedicados aos Jogos Olímpicos. 
Musos das olimpíadas  Uma homenagem aos deuses olímpicos.Swim news  As últimas notícias da natação.While London Gently Weeps  Aquele chorinho básico na hora da medalha.Brazuka Sports  Informações e opiniões sobre vários esportes.Também vale a pena visitar os blogs em destaque na nova categoria do Spotlight: London 2012 Olympics.

equipebrasil:

Blogs olímpicos

Um evento esportivo que acontece a cada quatro anos merece a nossa atenção. E para não perder nenhum detalhe, estamos de olho nos blogs dedicados aos Jogos Olímpicos.

Musos das olimpíadas
Uma homenagem aos deuses olímpicos.


Swim news

As últimas notícias da natação.

While London Gently Weeps

Aquele chorinho básico na hora da medalha.


Brazuka Sports

Informações e opiniões sobre vários esportes.

Também vale a pena visitar os blogs em destaque na nova categoria do Spotlight: London 2012 Olympics.

cienciahoje:

Caçadora das trevas
Nas profundezas das muitas cavernas do distante Laos, existe uma coleção de seres da escuridão dos mais inacreditáveis, como essa coisinha singular da foto acima: trata-se da recém-descoberta aranha Sinopoda scurion, totalmente sem olhos e adaptada à vida na ausência completa da luz. 
A aranha é o primeiro exemplar sem olhos registrado entre as mais de mil espécies da família Sparassidae, também conhecida como huntsman. Em geral, as aranhas possuem oito olhos, mas já haviam sido identificadas outras espécies desse grupo com seis, quatro e até dois olhos. 
Um detalhe essencial é que esse tipo de aranha não fabrica teias; ela caça seus alimentos - daí o nome da família, ‘caçadora’, em tradução livre. Curioso pensar no processo evolutivo que levou ao surgimento de uma aranha caçadora sem olhos e tão pequena como a Sinopoda scurion - cujo comprimento total é de apenas seis centímetros e corpo mede cerca 12 milímetros.  

O estudo da nova aranha pode ajudar a entender a evolução das espécies da região e até ajudar a avaliar o impacto ecológico do turismo nas cavernas. Além de importante para a natureza, a aracnídeo cego entra para a galeria de bichos esquisitos da CH On-line, onde terá a companhia de nossa devoradora de línguas preferida, do primo bonito do Batman, do caranguejo ‘com aquilo roxo’ e do menor camaleão do mundo. 
Se quiser saber mais sobre a descoberta confira a reportagem publicada hoje no Daily Mail. A nova espécie foi descrita no periódico científico Zootaxa.
Leia mais novidades sobre biodiversidade no site da Ciência Hoje On-line.

cienciahoje:

Caçadora das trevas

Nas profundezas das muitas cavernas do distante Laos, existe uma coleção de seres da escuridão dos mais inacreditáveis, como essa coisinha singular da foto acima: trata-se da recém-descoberta aranha Sinopoda scurion, totalmente sem olhos e adaptada à vida na ausência completa da luz. 

A aranha é o primeiro exemplar sem olhos registrado entre as mais de mil espécies da família Sparassidae, também conhecida como huntsman. Em geral, as aranhas possuem oito olhos, mas já haviam sido identificadas outras espécies desse grupo com seis, quatro e até dois olhos. 

Um detalhe essencial é que esse tipo de aranha não fabrica teias; ela caça seus alimentos - daí o nome da família, ‘caçadora’, em tradução livre. Curioso pensar no processo evolutivo que levou ao surgimento de uma aranha caçadora sem olhos e tão pequena como a Sinopoda scurion - cujo comprimento total é de apenas seis centímetros e corpo mede cerca 12 milímetros.  

O estudo da nova aranha pode ajudar a entender a evolução das espécies da região e até ajudar a avaliar o impacto ecológico do turismo nas cavernas. Além de importante para a natureza, a aracnídeo cego entra para a galeria de bichos esquisitos da CH On-line, onde terá a companhia de nossa devoradora de línguas preferida, do primo bonito do Batman, do caranguejo ‘com aquilo roxo’ e do menor camaleão do mundo

Se quiser saber mais sobre a descoberta confira a reportagem publicada hoje no Daily Mail. A nova espécie foi descrita no periódico científico Zootaxa.

Leia mais novidades sobre biodiversidade no site da Ciência Hoje On-line.